15 outubro 2008

A vida

Para os erros há perdão;
para os fracassos, chance;
para os amores impossíveis, tempo...
Não deixe que a saudade sufoque,
que a rotina acomode,que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você.
Gaste mais horas realizando que sonhando,
fazendo que planejando,
vivendo que esperando
Porque, embora quem quase morre esteja vivo,
quem quase vive já morreu.


(Luis Fernando Veríssimo)

1 comentário:

Vania San disse...

Adorei!

Sobretudo o trecho:

Porque, embora quem quase morre esteja vivo,
quem quase vive já morreu.

Caramba!